domingo, 22 de abril de 2012

Turismo no Espírito Santo. Longe do litoral. E na praia. Lagoas, cachoeiras, parques...

Quem deseja passar o verão no Espírito Santo logo pensa nas famosas praias capixabas como destino certo. Mas o que muitos não sabem é que o Estado também possui lagoas e cachoeiras que podem ser uma opção diferente e divertida para os dias mais quentes do ano.

Algumas lagoas mais famosas como a Juparanã, em Linhares, na Região Norte, oferecem boa infraestrutura para o turista, com restaurantes e áreas para camping por perto, e dispõem de diversos atrativos de lazer, como passeios de lancha, pesca e prática de esportes náuticos. "Quem vem a Linhares e não conhece as lagoas daqui não passou pelo município", diz o médico veterinário Vanderson Rangel, de 39 anos.
Outras lagoas menos movimentadas também não deixam a desejar no quesito diversão. Um exemplo é a Lagoa Juara, na Serra, em que o turista pode saborear, nos finais de semana, uma tilápia pescada na hora.

Cachoeiras
Cascata do Galo, em Domingos Martins

Para entrar em perfeito contato com a natureza, nada melhor do que tomar um refrescante banho de cachoeira. Para os aventureiros de plantão, a dica é visitar a Cascata do Galo, em Domingos Martins, na Região Serrana. A cascata tem uma queda dágua de 70m e é propícia à prática de rapel. Nas proximidades,  o banhista também encontra bares, restaurantes, pousadas e passeios de agroturismo.
Cachoeira da Fumaça

Outra opção de entretenimento radical é a Cachoeira da Fumaça, localizada no Parque Estadual de mesmo nome, em Alegre. A queda dágua da beleza natural é de 144 m de altura, e as trilhas que dão acesso ao local são curtas. Além disso, durante a temporada de verão do parque, até o dia 10 de março, dois monitores ambientais ficam na área da cachoeira, indicando os locais apropriados para banho.

Tem até moqueca mineira na Juparanã

Chegar ali não é fácil, mas o lindo cenário e os deliciosos pratos oferecidos fazem o sacrifício de quem enfrenta alguns quilômetros de estrada de chão valer a pena. Há 12 anos funcionando à beira da Lagoa Juparanã, o Restaurante Minotauro é uma ótima pedida para aqueles que querem apreciar a segunda maior lagoa do Brasil em volume de água. O destaque fica por conta da Moqueca Mineira, que, além dos ingredientes tradicionais do prato capixaba, leva ainda batata e queijo. "É sempre bom provar algo diferente", diz Adriana Alves, acompanhada dos amigos Walkinio Vicente e Alan Jodhian.

Clima familiar atrai mãe e filho à Lagoa Nova

A praia dela é a lagoa. A professora de educação infantil Eva Pessoti não nega sua preferência quando o assunto é pegar um sol e dar um mergulho para relaxar. Quando tem um tempinho livre, ela - que mora em Rio Quartel, Linhares - faz o dever de casa e chama o filho, Éverton Pessoti, de 15 anos, para a lagoa mais próxima. A Nova está entre as preferidas. "O que mais me atrai é a tranquilidade, o clima agradável e familiar. Não há nenhuma praia que ofereça isso", diz. E seu filho, que mora em Belo Horizonte, confirma: "Nem mesmo quem mora aqui na cidade conhece e valoriza a maior parte desses verdadeiros paraísos", derrete-se.

Aproveite o verão para curtir as lagoas e as cachoeiras encontradas em várias cidades do Estado


Linhares

A região conta com 64 lagoas permanentes e mais 5 temporárias. As principais são:

Lagoa Juparanã: Principal cartão-postal de Linhares, a Lagoa Juparanã é a maior do Brasil em volume de água doce e a segunda maior em extensão geográfica. Perto de suas margens há dezenas de praias limpas - como a Praia de Três Pontas e a Praia do Minotauro; áreas para camping e enseadas.
Lagoa Juparanã

Acesso: A lagoa fica a 12km da sede de Linhares. O acesso mais utilizado é pela Rodovia BR-101 Norte. Logo após o Bairro Canivete entrar no trevo para a lagoa.

Lagoa Nova: Possui águas transparentes com excelentes condições para pesca submersa e esportes náuticos.

Acesso: A lagoa fica a 12Km da sede do município. O acesso mais utilizado é pela estrada de acesso no Km 13,5 da Rodovia Estadual Prefeito Roberto Calmon.

Cachoeira de Angeli - São Rafael: O distrito de São Rafael possui cachoeiras de encher os olhos, rodeadas pela mata nativa. A principal é a Cachoeira de Angeli.

Acesso: Saindo da sede do município, o turista deve seguir pela Rodovia Estadual ES 248, e entrar no trevo de acesso a São Rafael.

Serra

Rancho Serra Azul: Possui sete lagoas para pesque-pague. Além disso, o local conta com trilhas, restaurantes e parquinho.

Endereço: Final da Avenida Guarani, s/n,Jacaraípe. Informações: 3252-6003/ 9953-5511 ou pelo site www.ranchoserraazul.com.br

Lagoa Juara: Faz parte da bacia hidrográfica do rio Jacaraípe. Nos finais de semana, a Associação de Pescadores da região serve tilápia frita à beira da lagoa.

Funcionamento: Aos sábados e domingos, das 7h às 18h. Informações: (27) 3252-3747.

Sítio Recanto do Mestre Álvaro: Possibilita ao turista passear por trilhas ecológicas, tomar banho em bica natural, fazer passeios de cavalo ou de charrete e experimentar pratos feitos no fogão à lenha.

Endereço: Serra-Sede, no entorno norte do Mestre Álvaro. Informações: (27)3074-7445/ 9839-5484

Itapemirim
Lagoa Guannandy ou Lagoa das Sete Pontas: Serve de base para estudos biológicos e é uma área de proteção ambiental. Também abriga o Monte Aghá, de onde se tem uma visão de 360 graus da região, desde as ilhas costeiras até o Vale do Orobó.

São Mateus

Cachoeira do Inferno: A corredeira, com cerca de mil metros de extensão, é ideal para passeios ecológicos.

Acesso: Próximo ao Km 47 da Rodovia São Mateus-Nova Venécia.

Cachoeira da Jararaca: É a cachoeira mais utilizada para banho no município.

Acesso: Próximo ao Km 47 da Rodovia São Mateus-Nova Venécia.

Domingos Martins 
Cascata do Galo: Possui queda d?água de aproximadamente 70 metros e é ideal para a prática de rapel. Uma boa opção também é se aventurar em um rafting pelas corredeiras do Rio Jucu.

Acesso: É feito pela Estrada do Galo. Existem placas indicando o local desde a Rodoviária de Domingos Martins. Agende o rafting:(27) 3268-1765

Alegre

Parque Estadual Cachoeira da Fumaça: A cachoeira chega a ter 144 metros de altura. As trilhas que dão acesso à beleza natural são curtas e de fácil percurso.

Acesso: A estrada de acesso ao parque fica no Km 17 da ES 387 (que liga Celina a Ibitirama). Informações pelo telefone (28) 9884-1890

Guarapari 

Parque Estadual Paulo César Vinha: A Lagoa de Caraís é a principal atração do local. Em alguns períodos do ano ela se encontra com o mar. O visitante pode chegar por meio de uma trilha de aproximadamente 2,5 quilômetros dentro do parque.
Acesso: O Parque fica localizado no km 37,5 da Rodovia do Sol, que liga Vitória a Guarapari. Informações pelo telefone (27) 3242-3665

Alfredo Chaves


Cachoeira de Matilde: É uma das mais frequentadas do município e sua queda livre d?água é de 65 metros, a maior do Estado.

Acesso: Depois da entrada de Alfredo Chaves, a cachoeira fica a cerca de 15km, pela estrada de terra.

Cachoeira de Iracema
: Perto da rampa de voo livre de Alfredo Chaves, é ideal para quem busca aventura.

Endereço: Localizada na comunidade de São Roque de Maravilha

Cachoeira de Iraceminha: Considerada a mais bela formação natural de rio em Alfredo Chaves.

Acesso: Localizada na comunidade de São Roque de Maravilha.

Anchieta
Lagoa de Mãe Bá: É a quarta maior do Brasil. Lá, o turista pode presenciar os artesãos do Núcleo de Artesanato em Taboa (Naboa) fazerem artesanato em cestarias, suplas, sandálias e bolsas.

Endereço: A Lagoa fica nos limites dos municípios de Guarapari e Anchieta.

A Gazeta

Nenhum comentário: